Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

No meu Palato

No meu Palato

Brunch Le Monumental | A insustentável leveza do querer

"Por vezes a vida é como banquete com ovos Benedict e molho holandês, waffles e morangos, salsichas e batatas marrons raspadas. Noutras vezes é apenas ovos mexidos. Daqui a uns anos podemos não nos lembrar exactamente do que comemos, mas são essas memórias que nos mantem vivos!!!" Lisa Schroeder

Le Monument BrunchComo já perceberam, ou deveriam ter percebido (;)) roubei parte do título desta publicação a Milan Kundera, autor do magnífico romance A Insustentável Leveza do Ser. Foi publicado pela primeira vez em 1984 em traduções para as línguas inglesa e francesa. Em 1985, o trabalho é lançado no original checo, sendo então proibido na Checoslováquia até 1989. O livro narra a vida de quatro personagens, explorando os temas filosóficos da leveza e do peso.

Le Monument BrunchÉ uma viagem pela vida, história e filosofia, com reflexões profundas sobre as escolhas que fazemos ao longo da nossa existência. Termina com uma conclusão estranha: Todos nós queremos ser olhados, sendo a maneira como queremos ser olhados aquilo que nos incluí numa de quatro categorias/grupos.

Le Monument BrunchA primeira procura uma multidão de olhares anónimos, o olhar do público. São as estrelas dos dias de hoje: o futebolista brasileiro, a actriz americana ou o blogger português. :P Fazem parte do segundo conjunto aqueles que precisam incessantemente do olhar da cara-metade. A sua condição é tão frágil quanto a das pessoas do primeiro grupo. Se os olhos de quem amam se fecham, a sala que é a sua vida, fica, para sempre, mergulhada na escuridão.

Le Monument BrunchHá uma terceira categoria, bem mais rara, que são aqueles que necessitam de viver sob os olhares imaginários de seres ausentes. Os sonhadores. Provavelmente são os mais felizes, porque o olhar desses seres queridos e ausentes, só "desaparecem" quando voltamos a estar com eles, do outro lado da vida. O quarto grupo, podia certamente reunir-se no Maison Albar Hotels Le Monumental Palace...

Le Monument BrunchEsse é o grupo dos que não conseguem viver, a não ser sob um número infinito de olhos familiares. Amigos e família. São os obstinados organizadores de jantares, convívios e festarolas. Os palhaçinhos do grupo. ;) São mais felizes do que os do primeiro grupo, uma vez que, apenas perdem o seu "público" quando as luzes se apagam, para sempre, no palco que foi a sua vida. Infelizmente, esse baixar das cortinas é o que, mais dia menos dia, acontece a todos nós. E nesta fase podemos sempre "comunicar" com o grupo três, o dos sonhadores. ;)

Le Monument BrunchMas como tristezas (ainda) não pagam dívidas e enquanto as luzes não se apagam, aquilo que somos, ou queremos ser, não pode ser demasiado pesado. Há que cultivar, diariamente, a insustentável leveza e simplicidade das relações que mantemos com aqueles que amámos. E para isso, nada melhor que partilhar sabores, sonhos, conversas, gargalhadas, e de sermos felizes com a felicidade dos nossos semelhantes à volta de uma mesa, numa manhã descomplicada e solarenga, no renovado/regressado brunch do Le Monumental.

Le Monument BrunchRelembro os mais distraídos que este brunch ganhou o prémio na sua categoria, como o melhor do ano aqui para o blogue. É servido ​na mezzanine do hotel, onde é possível desfrutar de variadas saladas, entradas, mariscos (as ostras são TOP e super frescas!!!), e outras receitas à altura de um bom fim-de-semana em família.

Le Monument BrunchAconselho a começarem pelas deliciosas panquecas com leve sabor a baunilha, e um pouco mais altas que o costume, que as tornam bastante mais fofas e prazerosas. Da última vez que as experimentamos o difícil foi "fazer" com que a Bia as parasse de comer. ;) Mais tarde estejam atentos ao modo como todas as criações do Chef Juien Montbabut (estrela Michelin em Paris) sublimam o essencial do brunch, deixando fluir a sua inspiração com novos e inusitados sabores. 

Le Monument BrunchSão disso exemplo o Monumental Burger e os Ovos Benedict (com salmão, abacate e uma untuosidade refrescante deliciosa, ainda fico com água na boca ao pensar neles, pois promoviam no palato uma interessante mistura de sabores, texturas, densidades e intensidades).

Le Monument BrunchPara finalizar com um toque mais adocicado e a pensar nos mais gulosos há ainda uma selecção de deliciosas sobremesas e bolos caseiros criados pela Chefe de pastelaria Joana Thöny: Scones; Pudim de chia; Mousse de chocolate; Rabanada e nata batida com canela Ananás dos Açores, lima e gengibre, entre outras surpresas. 

Le Monument BrunchPara os mais irreverentes existe ainda um vasto conjunto de cocktails, ora mais clássicos ora com evidente marca de autor, pensados para harmonizarem a refeição ou "apenas" para deleite do palato. O refrescante cocktail de Maracujá (para a Clarisse) e o saborosíssimo com Morango e Beterraba (para a Bia), ambos sem álcool, são marcas indeléveis do compromisso com a excelência do que ali se faz, pois o objectivo é o de que todos possam tomar o máximo proveito destes momentos de prazer.

Le Monument BrunchTodo este desfile gastronómico decorre num edifício super confortável e acolhedor, com uma monumental fachada gótica e que no interior "aprisiona" ainda alguns elementos e características originais, como o corrimão da escadaria que foi recuperado, ou a grandiosidade do pé-direito, que lhe confere a monumentalidade de outrora, recriando com elegância o espírito e ambiente Art Déco e Art Nouveau, icónico da década de 30 do século XX. 

Le Monument BrunchO brunch está disponível entre as 13h00 e as 15h00, aos fins de semana (começando já no próximo dia 15 de Maio)  e com o custo de 35€ (incluindo bebidas), e é assente num serviço bastante profissional, preocupado, eficiente, afável e que quer diariamente ser melhor. Tudo isto quando conjugado com a comodidade e aconchego resultante do acesso à sala de estar e à biblioteca, torna esta experiência verdadeiramente inesquecível.

Le Monument BrunchChamo ainda a atenção para o facto do novo menu contar com novidades como os Mocktails frescos, os pratos vegetarianos e um certo "querer abnegado". Cada vez mais a cozinha do Le Monumental vai de encontro aos produtos únicos, exclusivos e biológicos. Nesse sentido o staff aproveitou o fecho do hotel para visitar quase todos os fornecedores, o que permitiu conhecerem-nos, saberem como é produzido cada alimento e também absorverem o carinho que cada um destes coloca no seu dia-a-dia, que depois se reflete no produto. Esse apego de origem, memória e sentimentos passa forçosamente para aquilo que nos chega à mesa. 

Le Monument Brunch
Não fossem os compromissos assumidos já há algumas semanas e era neste brunch que me iriam encontrar neste fim-de-semana a promover o gargalhante convívio do grupo 4. ;) Mais do que uma colaboração frequente, tenho no Le Monumental um conjunto de amigos que merecem a vossa visita e que, para além de vos brindarem com o melhor brunch do país, de certeza que vos vão mimar com a sua insustentável leveza do querer fazer bem, do fazer melhor, do fazer com proximidade, do fazer em segurança, e do fazer com alegria. Querer esse que no final vos vai plantar bons momentos nas vossas memórias, são essas memórias que nos mantem vivos!!!  ;)