Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

No meu Palato

No meu Palato

Churchill's Vintages 2020 | Índios no nosso quarto

"Não esperem por uma crise para descobrir o que é importante nas vossas vidas." Platão

Churchill's Vintages 2020Quando o mundo parou, a Churchill’s continuou a pisar a pé todas as uvas dos seus vinhos do Porto. Há uns meses, declarou 2020 como um ano Vintage, lançando o Churchill’s 2020 Vintage Port e o single-quinta Churchill’s Quinta da Gricha 2020 Vintage Port. Um ano sem precedentes e uma vindima excepcionalmente desafiante, resultaram em dois vinhos marcantes e distintos por parte da Churchill’s.

Churchill's Vintages 2020Johnny Graham, fundador e provador principal da Churchill’s, descreve o Churchill’s 2020 Vintage Port como "um Porto Vintage poderoso e vibrante",  por sua vez, classifica o Churchill’s Quinta da Gricha 2020 Vintage Port como "um Porto Vintage sedutor e elegante com uma acidez vibrante e uma precisão encantadora".

Churchill's Vintages 2020Embora a vindima de 2020 tenha sido particularmente custosa para toda a região, os vinhos jovens da Churchill's entusiasmaram os enólogos quando, logo após a vindima, os provaram pela primeira vez em 2020. 2020 acabou por ser um ano quente com uma maturação precoce e rendimentos muito baixos: o mês de Julho foi o mais quente deste 1931 e o rendimento foi cerca de 1/3 abaixo do de 2019.

Churchill's Vintages 2020Como já vos disse anteriormente, a Churchill's foi das poucas produtoras de vinho do Porto que continuou a pisar a pé as uvas durante a pandemia, instituindo procedimentos para proteger toda a equipa e garantindo, ao mesmo tempo, a qualidade, o misticismo e a tradição da pisa a pé. Pisa essa que foi efectuada em antigos lagares de granito que datam de 1852. Número de pessoas infectadas por COVID-19 durante todo este processo? Zero!!! Ainda há quem duvide dos benefícios do vinho para a saúde? :P

Quando o mundo parouO Churchill’s 2020 Vintage Port (65€, 94 pts.) é produzido com vinhas velhas (incluindo Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinta Barroca e Tinto Cão, em média com mais de 50 anos) no Vale do Douro, cuja espinha dorsal provém das vinhas velhas da Quinta da Gricha (tendo também algumas uvas de outras vinhas do Cima Corgo). Tem um potencial de envelhecimento de mais de 30 anos e deve atingir o auge dentro de 15 anos. 

Churchill's Vintages 2020De porte rubi-sangue bastante denso, exibe no nariz notas de lagar, esteva, frutos do bosque, cacau e compota de ameixa. No palato mostra-se austero, fresco (com uma acidez salivante), denso, carnudo, longo e muito complexo. Por sua vez o Churchill’s Quinta da Gricha 2020 Vintage Port (55€, 93 pts.) é um field blend com Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinta Barroca e Tinto Cão. 

Churchill's Vintages 2020É proveniente exclusivamente das vinhas velhas (com mais de 70 anos) da Quinta da Gricha. Deverá evoluir bem nos próximos 30 anos e atingirá o seu apogeu dentro de uma década.  Traja uma cor rubi muito escura,  quase opaca, com uns apontamentos violeta na borda, emanando notas de uva passa, frutos do bosque, papaia, limonete, esteva, pimenta preta e cedro. No palato é fresco, elegante, impetuoso, largo  muito afinado. 

Churchill's Vintages 2020Embora 2020 possa ficar registado nos livros de história como ano em que o mundo parou, estes vinhos Vintage da Churchill's  são a prova (ainda viva e com uns bons anos pela frente) do poder da natureza e do espírito humano para a resiliência. Que isso fique também para os anais e que quando, daqui a uma décadas, decidirmos abrir uma destas garrafas, possâmos recordar os lanches no jardim, as correrias pela casa, os longos almoços, as tendas de índio nos quartos, os jantares "de gala" na cozinha e tudo aquilo que superamos enquanto famílias confinadas, no espaço, mas não na capacidade de aproveitarmos o que a vida nos vai dando, a cada momento.