Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

No meu Palato

No meu Palato

Quinta do Convento Branco 2019 | Flores de pedra

"No preciso momento em que encontramos pedras no nosso caminho, lá longe estão a ser plantadas flores. Quem desiste logo ali, não verá esse jardim." William Shakespeare

Quinta do Convento Branco 2019Bah, não desistam já da leitura devido à citação que escolhi para introduzir este texto. Prometo que não vão esmiuçar mais o tema de "Pedras no caminho? Vou guardar todas e fazer um castelo, uma catedral ou uma fortaleza!!!". :P Vou falar-vos de Shakespeare, de vinho (como não poderia deixar de ser) e da relação entre ambos. Para além do modo humoradamente melancólico com que abordou temas como o amor, os sentimentos e as questões humanas, sociais e políticas; todas as obras deste dramaturgo têm uma particularidade muito interessante.

Quinta do Convento Branco 2019Embora não existam provas contundentes de Shakespeare ter sido um apaixonado por vinhos (convenhamos, todos os génios gostam de vinho ;)) todas as suas peças mencionam o néctar dos Deuses, pelo menos uma vez...As referências vão desde o Moscatel ao vinho do Reno. O Vigário John Ward (conhecido por registar muitos aspetos, quase anedóticos, da vida do grande escritor inglês) defende que Shakespeare terá morrido logo após uma grande bebedeira. O problema desta tese, é que apenas surgiu 50 anos após a morte de Shakespeare.

Quinta do Convento Branco 2019Certo é que o vinho disponível em Inglaterra na época de Shakespeare era muito caro, um litro deste liquido precioso custava tanto como doze litros de cerveja!!! É por este motivo que o vinho dos séculos XVI-XVII era tido como um bem de luxo e que, infelizmente, nem todos poderiam pagar. Quase todos os vinhos referenciados durante o reinado de Isabel I (contemporânea de Shakespeare) eram importados de França, de Espanha, da Grécia ou de Portugal. Shakespeare parecia ter um apreço especial pelos vinhos fortificados como o vinho do Porto, Madeira ou alguns vinhos adocicados oriundos das ilhas espanholas.

Quinta do Convento Branco 2019No entanto, não foi por causa de um vinho fortificado que escolhi a citação inicial de Shakespeare, escolhi-a porque "encaixa que nem uma luva" na descrição do Quinta do Convento Branco 2019. Esta colheita de 2019 vem mais uma vez confirmar o carácter único dos vinhos Quinta do Convento e é também, uma evidência muito clara do Douro especial que existe no terroir da Quinta do Convento (vinhas de altitude que evoluem expostas a norte, em solos de xisto, granito e até algum quartzo).

Quinta do ConventoO lote final (uvas de Rabigato, Viosinho, Gouveio e Arinto), integra 50% de vinho fermentado 9 meses em barricas de carvalho francês de segundo ano com batonnage. Todo este trabalho conjunto de terroir, vinha e enologia transmitiu ao Quinta do Convento Branco 2019  (12.00 €, 90 pts.) uma cor amarela citrina com nuances esverdeadas cristalinas; e notas elegantes a xisto molhado, maçã verde, damasco, jasmim e limonete. Na boca é tenso, fresco, "pedregoso" e equilibrado. 

Quinta do ConventoNo preciso momento em que encontramos essa pedrogosidade no nosso nariz, lá longe, no copo, estão a ser plantadas flores como o jasmim e o limonete. Quem desiste logo ali, no primeiro aroma, não sentirá esse jardim olfactivo. ;) Acompanhou muito bem um "Risoto" de bulgur, pimentos, cogumelos Shimeji e ervilhas com 3 texturas.




"Risoto" de bulgur, pimentos, cogumelos Shimeji e ervilhas com 3 texturas:

-Num tacho levem a ferver um grande volume de água com sal. Juntem a Quinoa e Bulgur (usei a mistura da Tipiak) e deixem cozer, fervendo durante 12 minutos. Decantem de modo a ficarem com a quinoa e bulgur sem água;

-Noutro tacho façam um refogado com alho, cebola, pimentos, ervilhas e cogumelos Shimeji;

-Façam um puré de ervilhas e guardem parte dele para fazerem umas "pequenas moedas" de ervilha que vão levar ao forno para desidratar e fazer umas chips de ervilha;

-Voltem a introduzir no tacho o bulgur, acrescentem manteiga, queijo parmesão, pimenta preta, um pouco de noz-moscada e brandy. Cozinhem 5 minutos;

-Ao empratar coloquem na camada de inferior o puré de ervilha, depois o risoto de bulgur e no top as chips de ervilha.